DISCÓRDIA NA FAMÍLIA

21/01/2013 21:44

 

Leitura Bíblica: Provérbios 6:12-19

 

    Um estudo feito em 2009 comprovou que homens e mulheres pecam de maneira diferente. Constatou-se que o principal pecado dos homens é a luxúria, seguido da gula, preguiça, ira, orgulho, inveja e avareza. Das mulheres, a lista de pecados por ordem de frequência é orgulho, inveja, ira, luxúria, gula, avareza e preguiça. Esses sete pecados foram formulados por Gregório, o Grande, nos anos 600 d.C. Porém, é errado dizer que há somente sete pecados mortais, pois todos eles são mortais (Romanos 6:23; Tiago 1:15).

    O rei Salomão listou sete pecados detestáveis para Deus (provérbios 6:17-19). Contrário ao entendimento popular, ele não afirma que existem somente sete pecados específicos que Deus detesta, pois todos lhe são detestáveis! Na Bíblia, o padrão numérico "seis [...] sete" (Jô 5:19; Provérbios 30:15-16,18-19,21-31) não fornece uma lista completa. Em vez disso, esses padrões expõem todos os itens por igual, apontando para o item final, "a pessoa que provoca brigas entre amigos" (6:19), como o ponto culminante dos itens anteriores.

    Em Provérbios 6, a passagem está agrupada em mentirosos que "espalham confusão por toda parte" e os que "provocam brigas entre amigos" (vv.12,14,19) e descreve as atitudes e ações daquele que causa divisões.

    A pessoa que causa divisões é má (v.12), enganosa (v.13), perversa (v.14), orgulhosa (v.17) e tem um coração ruim (v.18). Semeia discórdia através de ações hipócritas e palavras enganosas (vv.12,13,17,19). Tal pessoa não tem valor para a comunidade e será severamente punida (vv.12,15), pois atrai sobre si a ira de Deus (v.16).

    Um encrenqueiro pode destruir a unidade da Igreja. Somos lembrados: "Mande embora a pessoa orgulhosa e acabarão os desentendimentos, as discussões e os xingamentos" (Provérbios 22:10).

 

    Texto extraído do livro "Pão Diário"edição especial

16/01/2013