Há Esperança

19/09/2013 15:45

 

"Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado. E começaram a festejar o seu regresso." Lc 15:24

    Qualquer dor, ferida ou decepção gerada no relacionamento entre pais e filhos, não é capaz de suprimir ou extinguir a esperança. Assim como o amor de pai e mãe não mudam, nem dependem das atitudes dos filhos, a esperança é viva e permanente. Amamos os nossos filhos e ponto final.

    Por isso, pai e mãe, há esperança! Não temos todo o controle sobre nossos filhos. O fato de não controlarmos seus pensamentos ou ações podem nos entristecer ou desanimar, mas nos levam a reflexão e consolo que, se não podemos decidir por eles, tão pouco somos responsáveis por seus erros e decisões pessoais. Se não há o que fazer; deixe-os ir, cometerem erros, colher consequências e retornarem. Há a esperança do retorno e do aprendizado. Nada acontece por acaso.

    Por isso, pai e mãe, liivrem-se da culpa! Enquanto você espera, faça escolhas inteligentes e espirituais. Ore por eles, continue cobrindo-os espiritualmente através da intercessão, você tem autoridade para isso. Entregue-os a Deus.

    Por isso, pai e mãe, perseverem com inteligência espiritual! Enfim, o retorno vai acontecer, a reconciliação está com data marcada. Esta certeza é baseada n o amor de Deus Pai, isso mesmo, não esqueça que antes de ser pai e mãe vocês são filhos. Deus Pai garante o perdão, concede graça, misericórdia e festa. Esteja pronto a aceitar, perdoar, amar e festejar!

    Foi assim que Deus fez contigo e Ele não muda. Fará também com seus filhos através de você.

 

Por isso, pai e mãe, alegrem-se na ESPERANÇA!

 

Pastor Paulo Mizoguchi

22/08/2013