QUEM SOU EU

16/01/2013 11:29

(Leitura Bíblica: Êxodo 4:8-17)

  

    Mencione o nome de Moisés, e as pessoas pensarão em liderança, força e nos Dez Mandamentos. Elas tendem a se esqeucer do assassinato. Perdem de vista seus 40 anos como fugitivo. Deixam de lado seu problema com a ira e sua intensa relutância em dizer sim a Deus.

    Moisés fugiu para o deserto por ter matado um homem que perseguia um hebreu como ele. Deve ter gostado de sua vida tranquila no Sinai, porque não quis deixá-la quando Deus apareceu com ordens para marchar (veja Êxodo 3:1-10). Ele inclusive teve uma longa discussão com Deus.

        Moisés entrou no jogo de "não sou carta boa", perguntando a Deus: "Quem sou eu...?" (Êxodo 3:11): Deus não lhe respondeu essa pergunta. Nem prometeu livrar Moisés de tempos difíceis. Ele simplesmente disse, "Eu estarei com você" (v. 12). E então disse a Moisés quem Ele era: "EU SOU QUEM SOU" (v. 14).

    É saudável termos o senso de nossa inadequação. Se, porém, usarmos isso como desculpa para evitar que Deus nos use, nós o insultamos. O que estamos dizendo, na verdade, é que Deus não é bom o suficiente.

    Pediram a um amigo meu que deixasse seu trabalho e assumisse uma posição no ministério cristão. Ele queria fazer isso, pois tinha o desejo de fazer algo diferente, algo mais significativo. Essa oferta para participar numa equipe da igreja parecia adequar-se perfeitamente. E ele disse: "Não mereço isso, pois eles não me conhecem. Não sou bom o suficiente."

    Ele está certo. Não é bom o suficiente. O que significa que chegou exatamente ao lugar onde Deus o queria. "O mundo está cheio de pessoas más", disse o pastro Mark Driscol, "e Jesus". Quando descobrimos isso, estamos no lugar exato onde Deus quer que estejamos.

    A pergunta não deveria ser, Quem sou eu? E sim, Quem é Deus?

Tim Gustafson

Texto extraído do livro

O Pão Diário - edição especial