TENTAÇÃO

20/11/2012 17:08

 

Leitura Bíblica: Lucas 22: 39-46

 

Chegando ao lugar, Jesus lhes disse: “orem para que vocês não caiam em tentação” (Lc 22.40)

 

    Deus conhece a mim e a você muito bem. Na verdade, ele nos conhece melhor do que nós mesmos. Quantas vezes declaramos que vamos fazer alguma coisa, ou que vamos deixar algo que fazemos, mas no fim das contas não conseguimos. Deus conhece os nossos limites. Ele sabe até onde conseguimos chegar.

    Jesus conhecia muito bem os seus seguidores. Conhecia tão bem que o evangelista João afirmou: “Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos. Não precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois ele bem sabia o que havia no homem” (Jo 2:24-25). Jesus conhecia também os seus discípulos, aqueles que lhe eram muito íntimos e andavam com ele todos os dias. É com eles que Ele vai ao Monte das Oliveiras para orar, quando está nos seus últimos dias de vida. E é a eles que recomenda que orem para não caírem em tentação. Talvez essa recomendação pareça desnecessária, pois os discípulos estavam com Jesus todos os dias e certamente lhe eram fiéis. Mas, Jesus os conhecia. Ao retornar da sua oração, encontra-os dormindo. Um pouco depois, quando é preso, Judas o trai; naquele mesmo momento, todos os outros discípulos o abandonam; mas tarde, Pedro chega inclusive a negar Jesus. E isso que Pedro havia dito a ele: “Estou pronto para ir contigo para a prisão e para a morte” (Lc 22.33). É, Jesus conhece os seus discípulos e, por isso no texto base de hoje aparece duas vezes a exortação: “orem para que não caiam em tentação”.

    Você conhece os seus limites? Você sabe até onde pode chegar? Você se sente seguro de si, achando que não cai carie m pecado ou cometer falhas? Lembre-se: foi com pessoas muitos seguras de si que Jesus insistiu duas vezes que orassem a fim de que não caíssem na tentação. E mesmo assim caíram. Caíram porque, em vez de orar, ficaram dormindo. E você, já acordou? Então comece a orar!

 

“Aquele que julga estar firma, cuide-se para que não caia!”

(1Co 10:12)

 

Texto extraído do Pão Diário, ed 15 - 14/11/2012